Matar infeções resistentes a fármacos… privando-as de nutrientes

Estudo publicado na revista “Antimicrobial Agents and Chemotherapy”

29 maio 2019
  |  Partilhar:
Uma equipa de investigadores descobriu uma forma inovadora de combater as infeções fúngicas resistentes a fármacos… privando-as de elementos essenciais para a sua sobrevivência.
 
Efetivamente, a equipa da Universidade em Buffalo e da Universidade Temple, ambas nos EUA, privou o acesso do fungo Candida albicans ao ferro, que é um elemento essencial para a sua sobrevivência.
 
O fungo ou levedura Candida albicans pode causar infeções orais ou vaginais em pacientes com sistemas imunitários debilitados. 
 
Esta levedura constitui uma das principais causas de infeções na corrente sanguínea contraídas em ambiente hospitalar, causando um índice elevado de mortalidade. A Candida albicans é também um fungo com uma resistência farmacológica cada vez maior.
 
A Candida albicans constitui um dos fungos mais abundantes no microbioma oral e depende fortemente da saliva para obter os elementos essenciais para sobreviver. O ferro, que é o segundo metal mais abundante na saliva, é essencial para diversos processos celulares do fungo, como a produção de energia e reparação do ADN.
 
Os investigadores propuseram-se privar a Candida albicans de ferro em ratinhos, tendo adicionado o fármaco deferasirox, usado para tratar doenças do sangue, à água de beber dos animais. 
 
Como resultado, os níveis de ferro na saliva diminuíram quatro vezes, tendo causado alterações na expressão de 106 genes no fungo, redução da sua capacidade de infetar o tecido das mucosas orais e duas vezes a diminuição do índice de sobrevivência do mesmo.
 
Com efeito, nos ratinhos que tinham recebido o tratamento, a infeção por Candida albicans subsistiu em apenas 12% dos casos contra 25% nos roedores que não tinham recebido o tratamento.
 
Outros estudos indicaram que o tratamento com o fármaco deferasirox não resultou em deficiência de ferro em adultos com índices normais do metal, o que o torna um potencial tratamento preventivo em indivíduos suscetíveis a infeções nas mucosas.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Comentários 0 Comentar