Composto eliminado no leite em pó para bebés é importante no seu desenvolvimento

Estudo publicado na revista “Journal of Pediatrics”

04 novembro 2019
  |  Partilhar:
Um estudo da Universidade de Kansas, EUA, revela que os bebés alimentados com leite em pó que contenha membranas do glóbulo de gordura do leite têm melhores resultados nos testes cognitivos.
 
A membrana do glóbulo de gordura do leite é uma camada que rodeia a gordura no leite. Esta membrana contém nutrientes, açúcares e lípidos.
 
Em muitas marcas de leite em pó, as moléculas de gordura são partidas e estes nutrientes da membrana são removidos. Contudo, estes nutrientes da membrana que são excluídos são importantes.
 
Foram selecionadas 451 crianças para este estudo randomizado duplo-cego entre 2014 e 2015, em três sítios da China, das quais apenas 291 o completaram.
 
Foi observado que as crianças que tomavam leite em pó enriquecido com as membranas do glóbulo de gordura do leite de bovino e lactoferrina tinham uma avaliação de desenvolvimento mais alta, reportada pelos pais, dos 4 aos 9 meses de idade.
 
Estas crianças demonstravam ainda uma aceleração no desenvolvimento neurológico e um melhor nível de atenção com 1 ano de idade, assim como uma melhor capacidade de linguagem aos 18 meses, comparando com as crianças alimentadas com leite sem as membranas referidas.
 
O crescimento das crianças que tomavam leite em pó enriquecido com as membranas do glóbulo de gordura do leite de bovino não foi, porém, alterado, em comparação com as crianças que tomavam leite sem estes nutrientes. Contudo, aos 18 meses, tinham menos problemas gastrointestinais e respiratórios.
 
Os investigadores concluem que não só o leite enriquecido com as membranas do glóbulo de gordura do leite é o que mais se aproxima do leite humano, como contribui para o melhor desenvolvimento cognitivo, gastrointestinal e respiratório.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Comentários 0 Comentar