1,7 milhões de pessoas afetadas por infeção fúngica em Portugal

Estudo do Instituto Ricardo Jorge

15 março 2017
  |  Partilhar:
Um estudo do Departamento de Doenças Infeciosas do Instituto Ricardo Jorge indicou que cerca de 1,7 milhões de pessoas desenvolvem atualmente uma infeção fúngica em Portugal, anunciou a agência Lusa.
 
Segundo o estudo, do total de pessoas afetadas em Portugal, 1,5 milhões desenvolvem uma infeção fúngica cutânea. A segunda infeção fúngica mais frequente no país é a candidíase vaginal, afetando anualmente mais de 150 mil mulheres com idades entre os 15 e os 50 anos, refere ainda o trabalho.
 
“Como não são doenças de declaração obrigatória, foram utilizados dados publicados e outros estimados. Muitos destes dados foram baseados em diferentes populações de risco de forma a conseguir estimar a incidência ou prevalência das infeções fúngicas em Portugal”, explicou Raquel Sabino, uma das autoras do estudo e representante portuguesa da rede Fundo Global de Ação para Infeções Fúngicas.
 
O Instituto Ricardo Jorge conclui também que, quando comparado com outros países europeus, Portugal apresenta “a mais elevada incidência anual de meningite criptococica, mas uma das mais baixas incidências de pneumonia por Pneumocystis”.
 
“Uma vez que a asma afeta cerca de 10 por cento da população adulta, estima-se que cerca de 17 mil pessoas sofram de asma severa por sensibilização fúngica e 13 mil sofram de aspergilose broncopulmonar alérgica”, refere ainda o trabalho do Instituto Ricardo Jorge.
 
As estimativas globais mostram que mais de 300 milhões de pessoas são afetadas por infeções fúngicas, afetando entre 1,8 a três por cento da população de cada país, e que ocorram anualmente mais de 1 milhão e meio de mortes causadas por infeção fúngica grave.
 
A investigadora considerou ainda que estes estudos são uma “forma de alerta e sensibilização de extrema importância, uma vez que as infeções fúngicas são ainda muito negligenciadas e são responsáveis, anualmente, por mais mortes que, por exemplo, a tuberculose”.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.