Carcinogénicos na urina de fumadores de cigarros eletrónicos de vapor

Descoberta publicada na revista “European Urology Oncology”

25 março 2020
  |  Partilhar:
Uma análise a vários estudos científicos detetou 6 substâncias na urina de fumadores fortemente associadas ao cancro da bexiga.
 
Os investigadores compilaram os resultados de 22 estudos diferentes que analisaram a urina de pessoas que usam cigarros eletrónicos de vapor (vaping) ou outros produtos do tabaco, incluindo os cigarros, de forma a verificar a existência de compostos associados ao cancro.
 
Foram encontrados 40 compostos diferentes que são processados pelo corpo e produzem 63 químicos tóxicos ou metabolitos carcinogénicos diferentes. Estas substâncias permanecem no corpo depois de processados.
 
De todos os compostos observados, 6 estavam ligados ao cancro da bexiga. Marc Bjurlin, investigador, esclarece que fumar é o comportamento modificável número 1 do risco de cancro da bexiga.
 
A análise revelou ainda que os fumadores de cigarro eletrónico de vapor tinham na sua urina significativamente níveis mais elevados de vários carcinogénicos que podem ser metabolizados em substâncias associadas ao cancro da bexiga.
 
Bjurlin alerta que, apesar de não se poder ainda associar diretamente os cigarros eletrónicos ao cancro da bexiga, é razoável assumir que décadas de exposição a estes cigarros e aos seus químicos aumentam o risco de cancro.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Comentários 0 Comentar