Surto já vitimou mortalmente 2.758 pessoas desde Janeiro

A organização humanitária Médicos Sem Fronteiras (MSF) alerta para o agravamento do surto de sarampo na República Democrática do Congo (RD Congo), referindo que desde janeiro já foram infetadas mais de 145 mil pessoas e morreram 2.758.
 

Estudo publicado na revista “Molecular Psychiatry”

Estudo publicado na revista “Current Medical Research and Opinion”

Estudo publicado na “Neurology”

Défice de vitamina D leva a maior consumo de suplementos