Estudo publicado na revista “Alzheimer's & Dementia”

Uma equipa de investigadores está a elaborar uma análise ao sangue para detetar a presença da proteína tau, um dos sinais da doença de Alzheimer.
 
Como se sabe, o diagnóstico daquela devastadora doença neurodegenerativa é efetuado através de ressonância magnética ou de análises ao líquido cefalorraquidiano, por punção lombar. São exames caros e incómodos.

Estudo publicado na revista “Cell”

Estudo publicado na “American Journal of Physiology-Renal Physiology”

Estudo da Universidade de Coimbra

Dados da Direção-Geral da Saúde