Jornal Expresso inclui a ALERT no "campeonato do futuro do país"

Artigo de Nicolau Santos, in Jornal Expresso de 7 de Junho de 2008

06 junho 2008
  |  Partilhar:

Há um campeonato que temos de ganhar, mais importante do que aquele que hoje começa na Áustria e Suíça.
É o campeonato do futuro do país. Para isso, precisamos de empresas modernas, dinâmicas, inovadoras e globais. Seleccionámos 24, excluindo a banca. Ficam de fora muitas outras. Mas estas dão todas as garantias.

INOVAR É PRECISO
O modelo de crescimento económico de um país desenvolvido é igual ao de um país emergente? Não de todo, como explicou António Borges, no 5º Encontro Nacional de Inovação COTEC.
No segundo caso, trata-se de um modelo de crescimento económico simples. No caso de um país desenvolvido, não é o investimento em geral a chave do crescimento, mas sim saltos qualitativos, com melhores tecnologias e soluções mais inovadoras.

Portugal teve o tipo de crescimento dos países emergentes entre 1985 e 2002, mas é notório que, a cada década, ele é cada vez menos vigoroso. E esta tendência não será ultrapassada, a não ser por saltos tecnológicos das nossas empresas, nos processos, nos produtos, mas também se não estiver enraizada na sua cultura, se não for assumida pelos seus recursos humanos e se não for servida por sistemas de gestão eficientes e eficazes, como sublinhou Artur Santos Silva, presidente da COTEC.

Por isso é que a actividade da COTEC tem sido tão importante, ao promover, de forma consistente, a inovação nas pequenas e médias empresas. É notável a experiência-piloto liderada por João Picoito, feita com 15 empresas, onde foi aplicado um sistema de gestão da inovação, com possibilidades de certificação, e um sistema de «scoring» (classificação) interno da inovação. A experiência será agora alargada a 650 empresas. Se correr bem, fará mais pela inovação no tecido produtivo do que todas as campanhas desenvolvidas até agora. E, no final, teremos um país bem melhor.

Artigo de Nicolau Santos, in Jornal Expresso de 7 de Junho de 2008
 

Comentários 0 Comentar