Osteoartrite poderá aumentar risco de morte cardiovascular

Estudo publicado na revista “Osteoarthritis and Cartilage”

19 julho 2019
  |  Partilhar:
O risco de morte devido a doença cardiovascular é mais elevado em pessoas com osteoartrite do que na população em geral, atestou um estudo.
 
Para a sua investigação, uma equipa de investigadores da Universidade de Lund, na Suécia, seguiu 469.177 pessoas residentes na cidade de Skåne, também na Suécia, através de registos populacionais.
 
Em 2003, os residentes tinham entre 45 e 84 anos de idade e foram acompanhados até 2014. No grupo havia 15.901 pacientes com diagnóstico de osteoartrite nos joelhos, 9.347 com osteoartrite nas ancas, 4.004 nas mãos e 5.447 com outras formas de osteoartrite. Todos os pacientes tinham sido diagnosticados com a doença em 2003 ou anteriormente.
 
A equipa analisou as causas de morte entre os residentes que morreram entre 2004 e 2014 e que tinham sido anteriormente diagnosticados com osteoartrite. Os resultados foram comparados com o resto da população da mesma região. 
 
Embora a maioria das causas de morte não fossem diferentes entre ambos os grupos populacionais, foi detetado um maior risco de mortalidade devido a doença cardiovascular no grupo de pacientes diagnosticados com osteoartrite. 
 
O risco não tinha aumentado a curto prazo após o diagnóstico de osteoartrite, mas, quanto mais tempo a pessoa tinha tido osteoartrite, mais elevado era o risco de morrer devido a doença cardiovascular, em relação à população geral. 
 
Por exemplo, numa pessoa com um diagnóstico de artrite nos joelhos desde há nove a 11 anos, o risco de morte cardiovascular era 16% mais elevado. Por outras palavras, por cada 100 mil habitantes que tinham tido osteoartrite desde há nove a 11 anos, havia 40 mortes adicionais por doença cardiovascular por ano, em relação à população geral correspondente.
 
Relativamente aos mecanismos subjacentes à associação detetada, os investigadores especulam que devido ao facto de a osteoartrite causar dores, os pacientes poderão sentir-se mais limitados fisicamente e tornar-se mais sedentários, o que pode conduzir ao ganho de peso e a problemas cardiovasculares. Adicionalmente, a inflamação pode contribuir para a osteoartrite e causar ainda um aumento no risco de doenças cardiovasculares. 
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Comentários 0 Comentário